terça-feira, 28 de agosto de 2007

Jatinho!

Hey Ho!!!!

Mas nada de lets go!!!
:P


Quase dois meses na europa.. vim daí pra cá de cá pra lá de lá pra ali de ali para alá e fui de alá quase para igreja!! Ou não?
Bem, já viajei quase 20mil kilometros em quase 2meses, dei quase a volta ao mundo se for considerar a kilometragem.
E aonde estou?? No momento em Munich!!!
Historias deste tempo..
Vou contar sobre os ultimos 7 dias.
Iniciando.. claro.. pelo inicio destes 7 dias. Quarta feira.
Então.. quarta feira dia 15 de agosto, manhã.. quente e extremamente seca. Tenho que citar que extremamenta seca pois a minha pele.. hmm… pq será que estou falando da minha pele? Virei tchola? Não!!!!!!!! Isso jamais!!!!!!! Mas tenho que falar da pele seca, por o clima não ser tropical ele é um clima seco, então quem está acostumado com clima tropical e vem para um clima seco logo percebe a diferença. Tenho que passar cremezinho hidratante a cada meia hora, senão iria ficar parecendo alguém que esteja mumificado de tão seco que estaria. Serio.. é vergonhoso ficar levando meu cremezinho hidratante para todo lugar que vou e ficar passando na frente de todo mundo. Ou passo vergonha passando o cremezinho hidratante ou passo nojo para outras pessoas que acham que estou apodrecendo, minha pele fica descascando sem parar e esfarela. Enfim.. TRISTASSO!!!!!
Mas enfim.. deixa o cremezinho hidratante de lado e vou falar da minha semana..
Voltando.. Quarta feira dia 15 de agosto, manhã.. quente e extremamente seca. Acordo, tomo meu café da manhã tomo meu banho e digo bom dia ao sol. Penso.. o que farei hoje? O sol me chama e diz, “PISCINA!!!”. Logicamente fui influenciado por ele. Boto a sunga, pego a mochila enfio a toalha e vamo que vamo!!
Na áustria existem piscina comunitárias, tipo piscina de clube. Mas que qualquer pessoa pode usufruir pagando uma certa quantia de cada vez que for num destes lugares aonde existem piscinas comunitárias.
Pego um busão, pago a soma certa de tantos euros e vamo que vamo!!
Busão austríaco.. Quase idêntico ao bus do brasil.. aquelesss.. grandões, lotados, cheio de gente empurrando, cheio de trabalhador que passou o dia todo suando a vera, gente fumando pela janela, gritando e xigando gente na rua, com roletas para entrar ou sair, trocador com unha gigante mal feita para coçar piolho, cutucar o nariz ou então colhetar cera do ouvido, motorista xingando a vida e passando raspando nos carros, colando na traseira de outros, passando do ponto e deixando as pobres pessoas esperando cheio de expectativa para que consigam o próximo. Sim QUASE este tipo de nível, só um pouco mais ameno e menos critico. Ônibus austríaco, você vê no ponto a que horas ele chega, por exemplo.. ponto tal.. ônibus numero tal.. chega a hora tal..
Exemplo: Ponto: Parada Tchan
Ônibus N’.56
Parada as 13:47
E realmente o onibus chega as 13:47. Como????? Na minha cabeça isso não entra, como o ônibus chega exatamente no minuto exato demarcado. Parece que todos entraram na hora exata, não existe carro na rua, parece que não existe sinal nem nada. Mas tudo existe que nem no brasil, mas tudo é calculado hora por hora, minuto a minuto, segundo por segundo e milésimo por milésimo. Tudo e exatamente organizado.
O ônibus, limpo, com musica ambiente, telas plasmas com programas interativos e outras telas indicando aonde o trem esta e o que esta por vir. A cada parada surge uma voz de aviso qual será a próxima parada. E as roletas e o trocador? Isso não existe, existe apenas um comum consenso que todos são educados e corretos e todos pagam devidamente o valor correspondente a cada viagem feita em pontos de ticket espalhados pelos pontos de ônibus.
É coisa de louco, ou então coisa de normal, não sei o que é mais louco, o nosso esquema ou o deles.
Enfim, como previsto pelo horário itinerário do ônibus, a chegada a minha parada é as 14:03.
Salto do ônibus ando uns metros e aí estou eu a frente da entrada da tal piscina. Pago a quantia pré-escrita, entro e vejo.. a maior piscina que eu já tinha avistado. Deve ser do tamanho de um quarteirão de ipanema. Centenas de pessoas dentro e mais centenas fora. A piscina de água cristalina, nunca tinha visto uma piscina tão bonita, tudo me parece novidade.



Eu fico olhando impressionado a beleza da piscina, até que IHHHHHH!!! Caraca!!!! Xiiiii!!!
Duas mulheres passando a minha frente de top-less!! Nossa! Paro e penso rápido.. será q eu olho ou não? Será q serei preso por atentado a pudor por olhar? Hahaha sei la!! Olho de rabo-de-olho ate elas seguirem em frente e eu so mais ver a traseira delas e infelizmente a parte traseira não era algo tão fenomenal, ou melhor.. nada fenomenal, esqueceram a bunda em casa. E pra piorar o biquíni das européias é gigante. Então fica algo nada atrativo, biquíni gigante e sem bunda. Me pergunto para que? Se a mulher no brasil não tivesse bunda, ela botaria biquíni de fio de nylon, exatamente para aparecer o que ela não tem. Mas cada cultura é cada cultura e vamos em frente.
Avisto um lugar agradável lá do outro lado da piscina que mais parece um mar. Vou caminhando e Xiiiii, Caraca!!! Para onde olho novamente??? A mulher de top-less!!! Mas desta vez... Xiii que vergonha de falar aqui.. mas... A mulher parece que guarda o peito na meia de tão caído que é... ou no natal ela brinca de papai-noel de dois sacos, ao invés de jogar o saco nas costas ela joga os peitos para trás!! Meu deus do céu!!! Se vc leitora que estiver lendo e tiver peito caído.. mil desculpas. Mas porfavor não se esqueça do meu presente no natal. ;o)
Ahhh e em quase todos estabelecimento aonde os seres humanos podem se banhar ao ar livre, existe sempre uma área chamada FKK, é a área considerada para os peladões. Nesta piscina gigante tem uma área fechada por uma parede de lona com os peladões atrás. Só pode entrar peladão. Eu como um ser normal, que nasceu praticamente com fralda, prefiro ficar na área aonde o ser humano já usa um pouco de roupa.
Volto logo a minha visão a piscina e sigo em frente ao meu lugar escolhido. Já que não tem areia, tem grama. Estico a toalha, pego meu mp3player e sento. Ao me sentar o celular toca e tchumba!!!
“Bruno, você deve voltar para casa, pois o avião que você vai pegar parte daqui a 3horas!”
Meu deus do céu!!! Levanto no mesmo instante, taco tudo dentro da mochila. Saio correndo, quase tropeço ao avistar mais uma pessoa estranha, mas nem vou contar sobre ela senão nunca vou chegar a pegar o avião. =)
Vou que vou, espero o busão tenso ele como sempre parecendo lei de murphy, nesta hora ele não aparece. Tenho que esperar tempo atrás de tempo para que ele chegue, os minutos no relógios correm que nem o ligeirinho pelo méxico. Mas ele chega para minha felicidade.
Quando chego na parada que devo sair, saio! Mas ai.. ainda tenho que andar 1km ate chegar em casa. Morro acima com um sol absurdo, não podendo tirar a camisa por se for tirar alguém pode me denunciar como atentado a pudor.. sim!! Só por tirar a camisa no meio da rua. Engraçado né?
Mulher pode usar topless em piscina e lagos ou todos tem a cultura de trocar roupa na frente de todos ou entrar nas áreas FKK de peladões. Mas homem andar sem camisa na rua, parece ser perigoso. Então logo comigo seria trágico!!! Eu com meu abdômen definido, o tanquinho sinistro. As mulheres vão me assediar, será que todas iriam querer dar uma de lavadeiras? Sei la, eu prefiro não testar, para nem ser preso aqui. Se bem que.. dizem q a prisão aqui é de alto nível, muita gente do ocidente vem para morar na prisão por ser melhor do que as suas próprias casas.
Mas mesmo assim, para mim isto esta fora de cogitação. :o)
Voltando a minha caminhada, chego ao meu destino, ou a casa. Suado!! Tenso e contando os segundos para ver se ainda há tempo suficiente para arrumar tudo, mala e cuia.
Subo correndo para o meu quarto, vejo as roupas no armário, vejo as tralhas pelo quarto e penso.. ai meu deus... não vai dar tempo!! Ainda mais que tenho q entrar na internet para que possa ligar para os parentes dizendo que irei chegar daqui a algumas horas. Ai ai ai, o tempo passa o tempo voa e soh a poupança barmerindus esta numa boa.
É muita coisa para se fazer em 1 hora.
Consigo fazer tudo a tempo, usei o tempo bem, no ultimo minuto que tive, fechei a mala gigante.
Mas ainda tenho que me despedir e agradecer a todos. Ihhh meu deus do céu!! E agora?
Mas sorte a minha que consigo fazer isto também.
Meu tio ainda me leva ao aeroporto, o avião me espera. Ao chegar ao aeroporto, salvo vou correndo a entrada VIP para aviões particulares. Acho ela rapidamente corro adiante vejo que devo passar as malas pelo raiox de vistoria. Taco tudo la, passo pela porta de detector de metais e adivinhem.. BIP BIP BIP!!! AHHHHH que raiva. Tiro relógio, moedas, cinto e passo novamente e tudo okay agora. Pego meus utensílios os recoloco e vou para área vip de espera. E lá está piloto e co-piloto a minha espera. Digo que estou aqui e pronto para a partida, vamos caminhando ate o avião. Okay para vocês fazerem realmente parte da minha viagem.. devo contar como é este avião. É o menor avião do meu tio, os outros 3 estão em manutenção ou em algum lugar outro lugar. Me restou ir no menor. Os 3 outros aviões são jatinhos de altíssimo nível, ultima geração. Mas este.. avião de hélice de 6 lugares, 2 lugares para os pilotos e 4 restantes para os passageiros. Mas tudo muito apertado e tenso. Entro, sento, coloco sinto, faço aquelas perguntas de uma pessoa amedrontada.. como.. “hahaha, este avião é seguro?” ou “já voaram muito com este avião?” e por ai vão umas 10 a 20 perguntas com um tom de brincadeira mas no fundo, estava com um cagasso enooooooorme!!
Okay após as minhas perguntas eles começam a fazer aquela revisão comum que os pilotos fazem entre si para ver se o aviao esta ok e a pista idem para a decolagem. Após uns 20minutos neste ritual, o avião começa a se locomover lentamente e assim lentamente começa a reaparecer o meu medo e assim ele aumenta sucessivamente com o aumento da velocidade do avião. Eu aperto meus dedões fazendo o sinal de figas peço a todos os deuses de todas religiões e crenças que tudo de certo. E então..
UooooooooooNnnnn e ele sobe!!! Ai meu deus do céu!! Estou voando nesta caixa de fósforo e ele sobe mais e mais..
Depois de 10minutos no ar voando reto e reto, ele uoooooooonnn ele faz uma volta e estranhamente ele volta para o mesmo lugar de onde veio, vejo todas aquelas casinhas e casonas novamente. Vejo os pilotos conversando muito entre si, um olhando para cara do outro e o nosso avião perdendo altitude lentamente, ate que o co-piloto me avisa que teremos que pousar por o avião não estar conseguindo atingir a velocidade necessária para que possamos pegar altitude desejada. E assim teríamos que voltar cancelando o vôo. MEU DEUS O CEU!! Fico ainda mais branco, praticamente transparente, começo a suar de cima a baixo de baixo a cima, tento me acalmar mas nesta hora já estou possuído pela tensidao. TRISTASSO!!! Ai já lembro que a pior e mais perigosa fase durante um vôo é o pouso.. então fico ainda mais tenso, mas sem vontade de fechar os olhos, para que ao menos eu possa ter ainda mais últimos minutos ou segundos com a experiência de ver a beleza da terra. Fico orgulhoso de ter nascido e feliz. Relembro vários momentos e pessoas de minha vida que fizeram feliz.
E agora? O que acontecerá? Não posso falar com os pilotos para não os atrapalhar neste momento difícil para eles também. Ate por eles estarem com fones gigantes no ouvido para se comunicarem entre si.
O que acontecerá? O que? Pouso forçado? Pousar, derrapar, quebrar as asas, hélices voando por kilometros, avião em seguida capotando, gasolina escapando voando pelos ares, faíscas aparecendo com a carcassa do avião tocando e deslizando pelo asfalto, podendo assim chegar ate a gasolina e então o avião explodir e eu ser carbonizado e minha família indo ao IML tenso que me identificar pela arcada dentaria ou por sei la o que? Meu deus, nestes poucos instantes já imagino todas os momentos e possibilidades.
Olho pela janela, a pista de pouso esta perto, é a hora ou não de eu encontrar deus? O que será?
Cruzo novamente os dedos fazendo o sinal de figas, rezo e prego a todos os deuses peço a todos de todas religoes e crenças mais força e mais energia positiva para que dê tudo certo desta vez. Cada milésimo de segundo vejo mais e mais perto a pista. E TCHUMMMMMMMMMBA!!! O avião toca o chão meus nervos voa a mil, aperto mais forte os dedos, escuto aquele barulho alto que o avião faz quando pousa e freia. Por enquanto ainda estou pensando, isto quer dizer.. ainda estou vivo. Neste mesmo instante lembro que existem religiões e ceitas que dizem que existe vida após vida e que talvez eu já morri e ainda continuo pensando. Sei la!!!! Sei que continuarei com medo ate que o avião pare por completo. E isto realmente acontece. Inacreditavelmente tudo deu certo no final, ou ao menos quase tudo, não cheguei ao meu destino, passei momentos tensos, medos indescritiveis. Mas não morri e a única coisa que perdi foi o suadouro que passei, isso quer dizer.. perdi talvez algumas gramas. E meu tanquinho sinistro ficara ainda mais sinistro. :o)
Abro a porta ou escotilha do avião, desço, piso no chão, penso se faço o gesto magnífico do falecido Papa João Paulo II de beijar o solo ao sair do avião. Mas decido deixar somente para o falecido e eu só olho para o céu e respiro fundo.
Os pilotos me dizem que terei que pegar o outro avião a paris daqui a 5horas ás 5:30 da manha, numa cidade que fica a 2horas da que estou. Pois bem, meu primo e busca no aeroporto, chego em casa, bebo muito liquido e me deito por 1hora para que chegue a hora em que meu tio me leve para a cidade que fica a 2hras da minha para que eu possa pegar o outro avião a Paris.
Mas como eu vou descansar sabendo que já já terei que entrar em outro jatinho e que desta vez tudo pode acontecer novamente e não dar certo no final. Como vou conseguir respirar sem ficar tenso novamente? Como irei descansar? Ai ai ai..
Tento fechar os olhos e aquela escuridão ao fechar os olhos me faz perguntar se eu realmente preciso chegar tão cedo e de grátis a Paris? Eu bem poderia descansar e pegar um trem a Paris, custando 600 reais. E dificilmente passaria por todo este medo que acabei de passar.
Mas ai o meu diabinho me diz na orelha. “Bruno, bruno!! Para de ter medo, enfrente-o, entre novamente no avião.” É talvez ele tenha razão, por que iria acontecer novamente? Tantas e tantas pessoas viajam em seus jatinhos e aviõezinhos e nada nunca acontece, por que iria acontecer duas vezes seguidas comigo. Pois bem!! Eu vou enfrentar o meu medo agora duplicado.




video




Cansei por hoje!! Outro dia eu continuo. :o)
Beijos e abraços!!